quarta-feira, abril 16, 2014

Censo 2014

Este ano a cidade de Edmonton (prefeitura) vai fazer mais um censo. Pela primeira vez vamos poder responder ao censo de forma online.

A prefeitura enviou cartas para os residentes com informações sobre o censo e uma senha de acesso. Quem quiser preencher o formulário do censo online pode fazer entre os dias 10 e 27 de Abril. Depois desta data quem não respondeu receberá a visita do funcionário da prefeitura para pesquisa de forma tradicional.

Nós já respondemos online.

Abraços,
Luciano.

quarta-feira, abril 09, 2014

Como a imigração criou o Canadá

Está semana o jornal Metro (Metro é um jornal gratuito distruibuido nos ônibus e metro) está escrevendo matérias sobre imigração no Canadá, chamada The Story of Us (Nossa Estória).

Será um total de cinco reportagens. Essas reportagens estão abordando as mudanças no processo de imigração, a dificuldade de alguns imigrantes em trabalhar na sua área de estudo e muitas outras coisas.

O site da reportagem está abaixo, lá também há alguns videos sobre a matéria.

Acho que a leitura vale a pena.

http://metronews.ca/features/the-story-of-us-how-immigration-created-canada


Abraços,
Luciano.

sexta-feira, abril 04, 2014

Inverno sem fim

Esse ano o inverno está muito chato e longo. É verdade que tivemos temperaturas acima dos 10C em Janeiro, mas logo foi embora e o frio voltou.

O inverno esse ano esta sendo longo, não começou tão cedo como nos anos anteriores mas teve muita neve em Novembro e Dezembro.

Janeiro esquentou por ums dias mas logo esfriou e foi assim até Fevereiro.

Ai chegou Março, espectativa de final de inverno e chegada da primavera, mas não aqui. No primeiro dia de primavera nevou em praticamento todo país.

Há esperança de melhorar nos próximos dias, vamos ver se é verdade.

Abraços,
Lucaino.

quinta-feira, fevereiro 06, 2014

100th day of school

Hoje é o centésimo dia de aula do ano e aqui no Canadá eles tentam fazer isto um dia especial na escola.

Na escola de Dudu a professoras pedem para as crianças do jardim a 6a série levarem alguma coisa relacionada ao número 100. Para os menores é uma maneira deles contarem até 100 que é um número muito alto na cabeça deles, e com isso eles aprendem a contar também. Já os maiores a coisa vai ficando mais elaborada a cada ano, poesias, músicas, jogos, tudo relacionado ao número 100.

Esse ano a turma de Dudu usou Dragão como tema para alguns trabalhos. Eles pesquisaram sobre dragões e escreveram um documento sobre os dragões. Com isso a professora ensinou a eles como fazer pesquisa, como escrever sobre determinado tema, se colocar a idéia de outra pessoa no trabalho citar a fonte, essas coisas.

Para o 100o dia de escola a professora sugeriu fazer alguma coisa relacionada a dragão, uma poesia usando 100 vezes a palavra dragão ou criar uma música, ou qualquer outra coisa usando 100 e dragão.

Dudu então resolveu fazer um dragão usando 100 peças de lego. Ele separou as peças e começou a montar, o complicado é que não era um lego de dragão vindo da fabrica, era criar um dragão usando peças aleatórias. O bacana foi que virou um projeto de família, todos ajudando, principalmente Rafa que é muito bom com legos. No final o dragão ficou com 91 peças, faltavam 9, e ele não queria levar com 91 peças, nem eu queria dizer pra deixar pra lá porque nínguem iria contar. No final para completar as 9 peças ele fez dois bonecos, representando ele e Rafa. O boneco de Rafa tinha 4 peças e o dele 5 porque está segurando uma espada.

Abraixo o resultado.

Abraços,
Lucaino.






segunda-feira, fevereiro 03, 2014

Mais um acidente de trânsito

Em 2010 me envolveram em um acidente, semana passada aconteceu novamente mas desta vez a culpa foi minha.

Estava voltando pra casa com Dudu, tinha caido uma neve fraca que só serve pra deixar as ruas escorregadias. Estava parado no sinal, quando o sinal abriu e começamos a andar, um carro veio pela minha esquerda e tentou entrar, ele viu que não dava e voltou, eu tomei um susto e olhei para o lado, foi quando o carro da frente parou.

Quando eu vi o carro parado e tentei freiar não deu mais tempo, o pior é ver o carro escorregando e só esperar a pancada.

O carro da frente era uma caminhonete, o meu um sedã. A caminhonete não teve nada, o meu para-choque
quebrou e a grade da frente também. Felizmente o estrago foi só material.

A noite fui a polícia fazer a ocorrência para poder mandar consertar o carro, ainda não sei o valor do prejuízo, mas barato não vai ser.

Abraços,
Luciano.