segunda-feira, dezembro 31, 2007

Parabéns e obrigado !!!


Hoje esse blog é simplesmente para agradecer.
Primeiro a Deus por ter enviado há dois anos atrás esse anjo chamado Eduardo, conhecido mundialmente como Dudu. Segundo a mãe dele, por ter sido o "meio de transporte" desse anjo, em terceiro a mim mesmo, por ter dado minha pitada (sem trocadilhos ehehe) na receita.
Hoje Dudu, campeão como eu o chamo, completa 2 anos. São 2 anos de muita alegria pra nós, ele é aquela criança que todo mundo quer por perto, é o boa praça, o simpático, o alegre, o brincalhão, o gaiato, o palhaço, mau humor só em caso de fome ou sono, senão é diversão na certa. Nesses dois anos cada dia foi uma descoberta. A brincadeira começa antes do parto, a gente especulando como ele seria, vai ter a boca de quem, o nariz, os olhos, ele esperto escolheu o melhor de cada um, por isso é tão bonito. Ai chegou o parto, dai para frente é pra valer. Ele sapeca escolhe nascer no ultimo dia do ano, a vovó Regina que já estava programada pra chegar dois dias depois se aperreou em Teresina para arrumar vôo para Brasília.
Nasceu e agora? Agora é só alegria, o primeiro banho (dado pelo pai), a amametação, os primeiros sólidos, as vacinas, o primeiro corte de cabelo... Aos seis meses quando ele sentou e passou a interagir mais com a gente você pensa, "vou congelar esse menino agora, que tá bom demais". Graças a Deus você não pode fazer isso, porque perderíamos muitas coisas maravilhosas que estavam para acontecer. Depois vieram os primeiros passos, aquele bebezinho minúsculo, cresceu e começa a andar, é muito legal, depois vieram as primeiras palavras que por acaso foram "Papai te amo você eh demais" :-) Depois vieram as primeiras palavras em Inglês. É tudo muito gostoso. Ouvi-lo dizer "Basiu" (Brasil) parecendo um gringo é bom demais. Você chegar na creche para pegá-lo e todas as crianças sabem quem é papai, ele ensinou a todos lá, papai é a palavra em português mais falada no Canadá.
Agora ele está na melhor fase dele (o bom é isso a fase atual é sempre a melhor) tá palhaço, conversador (não importa a língua), ele sabe o momento de ficar quieto e o momento de
reclamar. Mas nem tudo é calmaria, depois dos 18 meses vem uma das fases mais difíceis, a fase considerada como primeira adolescência, ele quer ser independente, comer só, escolher a roupa, escolher a comida,... É a fase onde os pais perdem a cabeça mais rapidamente porque vem junto os escândalos por qualquer coisa. O meu método para evitar perder a cabeça e manter o controle é pensar que estou podendo viver aquela situação é primeiro que eu sou um adulto e ali na minha frente está uma criança que depende de mim, segundo que existe uma criança em casa com saúde que quer mexer em tudo e bagunçar tudo, não existe coisa pior do que ter seu filho doente sem querer comer ou brincar; depois que existem muitos casais que queriam ter um filho para viver tudo isso e não podem.
Criar um filho não é fácil, a luta tá apenas começando, mas cada momento vivido ao lado dele, cada lição ensinada a ele e aprendida com ele vale muito a pena. Só adimirá-lo dormindo como na foto a cima aos 8 meses já enche o coração de orgulho.
Um grande beijo Dudu e parabéns campeão.
Dudu em seus longos 2 anos:


2 comentários:

Camila disse...

Lu, parabéns por ser o pai de Dudu!!! E parabéns pra ele por ser merecedor de pais tão abençoados como são vc e Sílvia. Que a alegria só aumente nessa família!!!
Beijos mil de Camila, Maxwell, Marília e Samuel.

Lu disse...

Lu e Patty, voçês são duas pessoas abençoadas, simples e amaveis e Deus os presenteou com um criança doce e amavel como o Dudu. Sei que voces são muito dedicados a ele e deve aproveitar mesmo cada instante por eles crescem rápido, mas é maravilhoso ver seu desenvolvimento de cada dia, momentos inesquecíveis. Que Deus iluminem vcs hoje e sempre trazendo muitas paz, felicidade e sucesso para sua familia. Beijão