quarta-feira, setembro 29, 2010

Rafinha e os seus Primeiros dias na Creche

O mes de setembro foi de grandes mudancas com os boys la em casa e o resultado foi muito melhor que o esperado inicialmente.

Rafinha saiu do dayhome onde ia e passou a ir para uma creche e o Dudu saiu dessa creche que o Rafinha passou a ir, onde estava desde quando tinha 2 anos, e foi finalmente para uma escola. Esse primeiro post eh sobre as mudancas do Rafinha, depois vou escrever outro com as novidades do Dudu.

O Rafinha comecou na creche onde o Dudu ficava agora, porque essa creche eh para criancas entre 18 meses e 6 anos, ele acabou de completar 18 meses. A idade inicial em creches varia muito. Algumas, bem poucas, aceitam bebes recem-nascidos, outras criancas a partir de 1 ano, outras a partir de 18 meses, outras a partir de 2 anos e meio e que nao use mais fralda e assim vai...

Outra coisa que pode variar muito tambem eh como a creche trata esse processo de adaptacao da crianca. Tem umas que incentivam a presenca dos pais ate que a crianca se sinta mais adaptada, outras acham que a presenca dos pais na sala dificulta e prolonga a adaptacao da crianca....

Com o Rafinha aconteceu da seguinte forma:


  •  Na semana anterior a ele comecar oficialmente estive com ele la por algumas horas para ele fazer o reconhecimento do ambiente, das professoras, dos amiguinhos… fiquei o tempo todo com ele. Nesse dia ele ficou morto de contente porque o Dudu estava la porque ainda frequentava  a escola (Dudu eh o favorito/idolo maior do Rafinha), muitos brinquedos, parquinho, tudo novidade.

  • No primeiro dia oficial dele na creche, o Luciano o levou, conversou com ele, ficou um pouquinho la e o deixou sozinho. Ele ficou la por algumas horas. Chorou loucamente, chorou tanto, mais tanto, que ficou rouco. Fui la ve-lo no intervalo do meu almoco, fiquei atras de uma janela grande, do lado dele ele nao me via porque de dentro da sala eh um espelho, e ele gritava. Falei com a diretora da creche que me “sugeriu” nao interferir, porque nao iria ajuda-lo na adaptacao dele, bla, bla, bla… Depois de um tempo EU sai de la chorando. Quando sai o Rafinha ainda chorava.

  • Ele nao comeu quase nada nos primeiros dias e dormiu menos ainda. Ficava me chamando durante a noite na cama dele, nao conseguia dormir. Coitado, tava mal. Acho que se sentia abandonado na creche, largado...

  • Na segunda semana chorou alguns dias apenas na hora que era deixado e depois nao chorava mais. As professoras comecaram a dizer que estava tento um dia otimo. Tava comendo bem e tirando a soneca da tarde normal.

  • Desde a sua terceira semana la, ele ja entra na sala correndo para brincar com os amiguinhos e mal da tchau.  As professoras nos informaram que ele explora tudo, todos os brinquedos, nao tem medo de nada e ja virou o lider de um grupinho na sala :-)
Eh mesmo uma tranquilidade/paz para nos agora deixa-lo la e saber que esta se sentido bem e confortavel. Que ja entendeu a sua rotina e que sabe que as 04:30 da tarde estarei la para pega-lo para ir para casa.

Gracas a Deus esta indo tudo bem demais com ele.

Eh isso!

[]' s

Silvia



Um comentário:

Alexander, Denize e família. disse...

Oi Silvia,
Esse post caiu como uma luva para meus problemas! Estamos entrando no processo de imigraçao, tenho um filho de 10 anos e uma filha de 1 ano e 5 meses! Tudo estava indo maravilhosamente bem, estudando pro IELTS...porem, fiquei grávida novamente! Além do enorme susto...o medo de nao poder mais imigrar inicialmente devido a dificuldade de colocar os pequenos na creche ou daycare devido ao alto valor! Gostaria de poder trocar esse assunto em miudos com vc, saber valores, como foi seu inicio com os pequenos...enfim, acho q vc tem todas a s respostas que preciso! Meu e-mail: denaguima@hotmail.com. Se puder me ajudar, agradeço de coração! Bjs