quarta-feira, agosto 15, 2007

Crédito no Canadá


Uma das coisas mais complicadas quando se chega no Canadá é iniciar o seu histórico de crédito. Quando se vem morar no Canadá sua vida financeira começa do zero, você não tem nenhum histórico financeiro, ninguém sabe se você é bom pagador ou não, então eles utilizam a regra do "na dúvida não ultrapasse", ou seja, consideram você um mal pagador e não facilitam nada na hora de lhe dar crédito, termina-se pagando mais por tudo.

E o que seria esse "lhe dar crédito"? Vai desde de coisas simples como ter um cartão de crédito ou comprar um celular, até comprar um carro ou uma casa. Aqui quando se vai comprar um celular por exemplo, é preciso pagar na primeira conta um valor extra de $200 dólares, é uma espécie de seguro para eles. Caso as contas sejam pagas em dia durante um ano, esse dinheiro é devolvido, sem juros. Da mesma maneira funciona com a conta de água, gás e energia. Para cada um desses serviços paga-se $200 dólares extra, se se comportar bem recebe o dinheiro de volta. Particularmente eu acho uma sacanagem, seria mais lógico cortar o serviço caso não se pagasse.

A maneira mais fácil de construir seu histórico de crédito é ter um cartão de crédito, usá-lo e pagar as faturas em dia no valor total. O problema é que não se consegue ter o primeiro cartão de maneira muito simples, daí não se consegue iniciar o histórico, sem histórico, não tem crédito, e fica nesse ciclo sem fim. Uma maneira de conseguir o seu primeiro cartão é junto ao banco em que se tem conta. Faz-se um depósito, que será o valor do limite do seu cartão, esse dinheiro fica preso por um ano e será liberado por bom comportamento no final desse período, mas isso depende muito do banco e do funcionário que lhe atender, pois não é regra. O nosso caso foi mais fácil porque tínhamos no Brasil um cartão da American Express, e a American Express permite transferir o cartão de um país para outro, assim temos o nosso cartão e podemos dar início ao nosso histórico de crédito.

Dizem que depois de uns dois anos você trabalhando e pagando suas contas em dia a porta do mundo dos créditos se abre pra você, tem-se crédito pra tudo, aí é tomar cuidado para não se afogar nas dívidas.

2 comentários:

Anônimo disse...

Luciano a tua sorte é que teus documentos indicam tua origem o Brasil,imagina se neles estivessem que tu foste nascido e criado no ZEPA.Se os canadenses soubesse das malaquias do ZEPA tu não tinhas crédito em canto nenhum do mundo.
Risos.........
Abraços Vicente

David disse...

Sr. Rordao,
Pra que tanta dificuldade para arrumar crédito? Você não precisa passar por isso.
Com o brima, você "bega" crédito rapidinha, a "zura" baratinha, baratinha...
Abraço fii!
David, o brima